10 de Março assinala a REVOLTA NACIONAL TIBETANA

Caros Amigos,

Hoje, dia 10 de Março, pedimo-vos que recordem o Tibete, ao longo do dia.

Seja mediante um comentário a uma notícia lida online, fazerem uso do saco Free Tibet quando nas compras, uma vela no altar, a bandeira à janela, no local de trabalho, no carro…

10 Março marca o 51 aniversário da Revolta Nacional Tibetana, quando centenas de Tibetanos em Lhasa se insurgiram contra a invasão e ocupação Chinesa do seu país. Neste dia, Tibetanos e apoiantes em todo o mundo reunem-se para comemorar a corajosa resistência Tibetana à opressão Chinesa e apelam por liberdade e justiça para o povo Tibetano.

No dia 10 de Março, milhares de Tibetanos rodearam o Palácio Norbulingka, a residência de verão do Dalai Lama, para proteger o seu líder e solicitar às tropas Chinesas que se retirassem do Tibete. Apesar das ordens dos oficiais governamentais Tibetanos para que dispersassem, as pessoas recusaram-se. À medida que os protestos se intensificavam, as tropas Chinesas responderam mediante o uso de força brutal e uma revolta eclodiu nas ruas de Lhasa. No dia 12 de Março, milhares de mulheres Tibetanas marcharam pelas ruas de Lhasa até ao Palácio Potala carregando estandartes onde se liam pedidos de independência para o Tibete. Quando os primeiros morteiros cairam perto de Norbulingka, no dia 17 de Março, o Dalai Lama deu início à sua fuga para a Índia, onde desde então vive exilado.

10 Março 2008, viu o início de dramáticos protestos em todas as áreas Tibetanas. Os Tibetanos realizaram protestos pacíficos contra as políticas repressivas que destroem a sua religião, identidade e cultura. A resposta foi brutal e nos dois anos seguintes o governo Chinês reforçou as suas políticas de controlo, aumentando a militarização e adoptando severas medidas com o intuito de silenciar dissidentes.

Hoje – com uma nova campanha “Strike Hard” no Tibete -o nível da repressão presente no dia-a-dia é óbvio apesar do forte controlo Chinês sob quaisquer visitas empreendidas pelos media (AP ‘Heavy Security Is The New Normal In “China’s Tibet”).

O que pode fazer no dia 10 de Março:

Junte-se ao protesto pacífico organizado pelo Grupo de Apoio ao Tibete
Frente à Embaixada da R.P.C., 18h30 – 20h00

Assine a petição online em apoio a Tenzin Delek Rinpoche
Reverenciado líder Tibetano, foi detido em 2002, recebeu uma pena de morte suspensa por um crime que não cometeu. Em 2009, num acto notável de apoio, 40,000 Tibetanos da sua comunidade assinaram petição – muitas assinaturas sendo impressões digitais – solicitando justiça para o seu líder.

A International Tibet Support Network visa espelhar junto da comunidade internacional esse número, recriando uma petição semelhante à original petição Tibetana, são necessárias 40,000 assinaturas! Assine a petiçãoObrigada pelo seu apoio ao Tibete !

Grupo de Apoio ao Tibete
http://www.youtube.com/watch?v=aDTtbA93jmQ

 Grupo de Apoio ao Tibete © Todos os Direitos Reservados 2021